.

Design de Produção Boneka Jaíba

JAÍBA: POLÍCIA CIVIL DE MINAS GERAIS PRENDE SUSPEITO DE 36 ANOS POR DESCUMPRIMENTO DE MEDIDA PROTETIVA E POR TENTATIVA DE ESTUPRO


Publicado por Sueli Teixeira
 
A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu nesta terça-feira, 15 de março de 2022 em Jaíba, na região Norte do estado, um homem, 36 anos, por descumprimento de Medida Protetiva. 

De acordo a polícia civil, o suspeito teria ameaçado sua ex-companheira com uma faca e  tentado estuprá-la.   
A prisão ocorreu em virtude de um Mandado de Prisão solicitado pelo delegado Lucas Vieira Simões Canela, depois que a vítima procurou a Delegacia de Polícia para relatar o descumprimento das Medidas Protetivas de Urgência, deferidas pela Justiça em desfavor do seu ex. 
O delegado esclarece que na última quarta-feira (9/3), a vítima foi até a Delegacia de Polícia e relatou que o seu ex-companheiro usando uma faca a obrigou acompanhá-lo até a sua casa, no local, ele trancou a porta, tirou a chave e ordenou que a ela retirasse toda a roupa. O suspeito disse que vítima estava ficando com outras pessoas, portanto, poderia ficar com ele também. Então, o homem desferiu dois tapas em seu rosto, depois, tentou manter relação sexual, sem seu consentimento. 

 A vítima disse que conseguiu fugir, se abrigar no banheiro e ligar para sua irmã que solicitou ajuda. Na ocasião, os investigadores procuraram o suspeito que não foi localizado. 
 
Medidas Protetivas
As medidas protetivas de urgência foram deferidas para a vítima no mês de dezembro 2021,  quando ela procurou a Delegacia de Polícia e denunciou as agressões praticadas pelo suspeito, seu ex-companheiro. A mulher relatou que por diversas vezes foi agredida pelo homem  que não aceita o fim do relacionamento. 
No dia em que procurou a PCMG, ela contou que teria sido agredida verbalmente e fisicamente pelo ex-companheiro dentro de um estabelecimento comercial, em dezembro. “Eu fui surpreendida pelo meu ex que estava extremamente nervoso, ele me disse que eu não iria me separar dele para viver por aí bebendo, me chamou de vagabunda e outras ofensas. Ele me agrediu com socos, chutes e empurrões. Para finalizar me arrastou pelos cabelos” relatou a vítima. “Neste dia, ele só parou de me agredir quando outras pessoas intervieram,  ameaçando chamar a polícia” concluiu.
 
PRISÃO 

Dentre as medidas protetivas deferidas, o suspeito não poderia se aproximar e manter contato com a vítima, mesmo assim, ele continuou as ameaças e agressões, motivando o pedido de prisão.  
O suspeito que possui diversos registros de Ocorrência por agressão, lesão corporal, ameaça em face de sua ex-companheira  foi preso e encontra-se no sistema prisional à disposição da Justiça.
Presidente:

Delegado substituto: Lucas Vieira Simões Canela

Coordenação:

Chefe de Departamento: Jurandir Rodrigues César Filho
Delegado Regional: Ricardo Esthevan Fernando Augusto do Amaral

Equipe:

Investigadores

Alexandre W. P. Silva
Cristina Duraes Zuba Santos
Farley Viana de Araújo
Gealisson T. Alves Barbosa

Fonte:  Polícia Civil

Jornalista Sueli Teixeira Silva
Site Boneka Jaíba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Designed with by Way2themes | Distributed by Blogspot Themes