IDOSO PODE TER SIDO ROUBADO NO CAIXA DENTRO DA AGÊNCIA DO BANCO DO BRASIL EM ITACARAMBI MG.


Agência do Banco do Brasil de Itacarambi.

Por Sueli Teixeira.

O Senhor B. F. L, 80 anos acompanhado de sua Filha Cleide Ferreira Gonçalves  foi à agência do Banco do Brasil em Itacarambi/MG, para receber seu benefício salarial no dia 02 de Dezembro de 2019, no valor de R$ 2.683,00( Dois Mil e Seiscentos e Oitenta e Três Reais) incluso primeira parcela do 13° salário, no caixa dentro do Banco.
Cleide- Assistente Social (Filha)

A filha inclusive no momento, não conferiu as cédulas, por está recebendo direto do bancário.

Quando chegou na sua residência, e ao contar o dinheiro, percebeu que faltava uma quantia de R$1.000,00. Fiquei louca, pois estava lá com meu pai!

Como não havia parado em nenhum lugar, após sair da agência do Banco do Brasil em Itacarambi, notou que o bancário ou contou errado ou teria roubado seu pai, afirma.

Por residir longe da agência, eles voltaram no banco no dia 16 de Dezembro 2019.

Conversa do dia 16 de Dezembro 2019.

Filha do idoso disse: Viemos sacar o benefício do meu pai(idoso).

Bancário: Consta no nosso sistema que seu pai já retirou o pagamento esse mês e não há nada na conta.

Filha: Estivemos aqui no dia 02 de Dezembro mesmo, verifica pra mim se há R$1.000,00 passando nesse dia, pois faltou no pagamento dele.

Bancário: Imediatamente um olhou para o outro e estranhamente disse em voz alta, passou sim esse valor. O gerente veio e fez o ressarcimento para o idoso."

No momento, eles não lembraram de fazer um boletim de ocorrência, se isso aconteceu com o pai dela, provavelmente pode ter acontecido com outros.

"Se caso não percebessemos a falta do dinheiro, para onde iria esses R$1.000,00?"

Quantos idosos provavelmente receberam menos do seu benefício, por não ter ninguém para ajudar uma pessoa idosa, amparada pela lei. Finaliza!

Cleide é assistente social e afirma que os direitos do seu pai foi violado nesse dia.

Esse fato ocorrido na agência do Banco do Brasil em Itacarambi, terá que ser avaliado pela ouvidoria, que segue em registro após está publicação.

Jornalista Sueli Teixeira
Blog Boneka Jaíba

0 comentários: