DIREITO DE RESPOSTA DO VEREADOR GILMAR DE TAZIN DE ESPINOSA NO BLOG BONEKA JAÍBA


Publicado 15 de Setembro às 14 horas.


ESPINOSA(Por Sueli Teixeira) - De acordo o art. 15 do código de ética dos jornalistas brasileiros, justifica - se nessa publicação o direito de resposta do Vereador Gilmar de Espinosa citado na matéria em anexo no blog Boneka JAÍBA no dia 12 de Setembro 2019.

http://www.xn--bonekajaba-r8a.com/2019/09/vereador-de-espinosa-e-preso-por.html?m=1
"VEREADOR DE ESPINOSA É PRESO POR INFRAÇÃO DE TRÂNSITO E POR DESACATO À AUTORIDADE"

Ao circular a matéria em toda região, o vereador conhecido como Gilmar de Tazin de Espinosa encaminhou arquivos de quê a versão no BO está alterada escrita pelo policial, afirma o Vereador em sua palavras:

"Usando mais uma vez de sua prerrogativa como como PM e o fato que o relatado no BO  tem fé pública,  o policial cabo Félix distorce completamente os fatos em seu relatório. Primeiro que pelo fato da cidade ter pouco mais de 30 mil habitantes, todo mundo conhece todo mundo  e de criança a idoso sabem que sou vereador e em momento algum me identifiquei como vereador como relata no BO, segundo que no momento da abordagem a motocicleta já se  encontrava  estacionada, no BO diz que a motocicleta estava em movimento e ainda afirma que, o veículo não licenciado 2018 que também  é mais uma mentira do policial.

Segundo o Vereador, isso é perseguição pessoal.

Entenda o caso:

Isso ocorre desde que o policial militar cabo Félix foi destacado para Espinosa, tenho sido perseguido pelo mesmo. Tudo teve início quando ele passou a perseguir o meu filho, Jhonnatam, garoto esse que começou a trabalhar carregando feira no mercado desde os dez anos de idade. Não bebe, não fuma, é esportista e atual campeão brasileiro de Karatê em sua categoria. Essas qualidades não foram suficientes para que o cabo Félix desse um pouco de paz ao garoto. Foram várias abordagens sem fundamentos, chegando ao ponto de abordá-lo duas vezes em um mesmo dia. Até então, eu achava tudo normal e explicava ao meu filho de que este era o papel da polícia em prol da nossa segurança.
Não satisfeito, o Cabo Félix, em 2017, mesmo não sendo amigo de Jhonnatam no Facebook, passou a enviar-lhe várias mensagens no Messenger, com tons de ironia e intimidação. E à partir disso, percebi que a atitude do PM em mandar mensagens a um adolescente, inclusive para falar sobre as abordagens, não era normal e condizente com o seu ofício, razão pela qual  tomei as medidas cabíveis  e o denunciei junto ao comando local, o que acarretou o seu afastamento das atividades externas por noventa dias. Daí pra cá a minha paz acabou, pois ele passou a usar o seu poder de polícia para denegrir a minha imagem no bairro onde moro e passando a abordar jovens e adolescentes, fazer várias apreensões de veículos dizendo que estava ali a meu pedido e que a ordem era minha para efetuar as prisões. Até que há algum tempo ele multou minha moto em aproximadamente 2.300,00. Por esse motivo acabei não pagando o documento, pois o mesmo não seria liberado sem a quitação da multa. No dia do fato, por volta das 17: 30, chegando do serviço, ao estacionar o veículo para abrir o portão da garagem da minha residência, fui abordado pelo Cabo Félix, na porta da minha casa, desrespeitando a mim e a minha família, com o maior cinismo e demonstrando, claramente, abuso de poder e autoridade. Como sou preto, pobre, favelado, petista, lulista e socialista,  nunca me calei diante das injustiças e não era na porta minha casa que  iria curvar diante de um sujeito hipócrita que estava ali com único objetivo de me humilhar, diante da minha família, dos meus amigos e dos meus eleitores.
A estes, agradeço pelas manifestações de apoio. No momento expliquei para pessoas que acumularam em frente à minha casa o real motivo daquele episódio. No entanto, não satisfeito o cabo Félix me deu voz de prisão por desacato e fiquei detido por algumas horas. Para alegria de muitos e infelicidade de poucos fui liberado. Gilmar De Tazinho

Hoje como vereador e cidadão, sou o idealizador e coordenador do maior projeto social do norte de minas,  atendemos quase 100 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social ofertando gratuitamente aulas de Karatê e com vários atletas destacando dentro e fora do estado. O pro é  preciso saber viver e desenvolvido pela AMABSD Associação dos moradores e amigos do bairro Santos Dumont  que foi considerado pelas autoridades  o bairro mais perigoso de Espinosa e que graças a essa minha iniciativa e em parceria com as polícias Civil e Militar,  conseguimos  diminuir a criminalidade e a violência dentro da comunidade.
Enfim, veio por meio dessa publicação esclarecer que sou vítima de perseguição de um policial militar em Espinosa, onde moro, tenho minha família, sou vereador e zelo pelos direitos humanos.
Sou convicto de minhas ações e reações diante à sociedade. Encerram as palavras do vereador.

Na matéria publicada pelo blog Boneka JAÍBA e em direito de resposta do Vereador, ambas tem arquivos e provas em anexos para quaisquer esclarecimentos.
Essa matéria publicada em direito de resposta, envolvendo um militar poderá conceder novamente, outro direito de resposta após provas concretas de acusação feito pelo vereador.


Jornalista Sueli Teixeira
Blog Boneka Jaíba.

0 comentários: