Design de Hugo Ramos

FURTO DE UM PACOTE DE CAFÉ EM JAÍBA, TERMINA EM UMA HISTÓRIA FELIZ - JUÍZ DA COMARCA DE JAÍBA, POLÍCIA PENAL, POLÍCIA CIVIL, POLÍCIA MILITAR E CREAS DE JAÍBA, PARTICIPARAM DESTA OCORRÊNCIA.

 Por Sueli Teixeira


*FAMÍLIA REENCONTRA A ANDARILHA QUE ESTAVA DESAPARECIDA HÁ OITO MESES DE SUA CIDADE NATAL*

 


No dia 14/04/2021, a Policia Militar de Jaíba/MG, foi acionada a comparecer a um estabelecimento comercial, na qual foi relatado que um casal, ambos com mochila nas costas, haviam acabado de furtar o comércio. 


Segundo o funcionário do estabelecimento comercial, o casal chegou pedindo ajuda, e ao falar que não podia ajudar já que o proprietário não se fazia presente, o casal furtou um pacote de café. 


Passado as características para a policia Militar, que de imediato iniciou o rastreamento e lograram êxito  na captura dos autores, sendo estes conduzidos até a Delegacia de Policia Civil de Jaíba/MG. 


Durante os trabalhos na Delegacia pode-se perceber nos Sistemas Policiais, que a Conduzida de 33 anos de idade estava desaparecida desde 28/09/2020. Perguntada sobre o seu desaparecimento, disse que saiu de Ribeirão das Neves/MG, juntamente com seu companheiro que acabara de conhecer e vieram a pé até a cidade de Jaíba/MG. Afirma que são andarilhos e pegaram duas ou três caronas e que a maior parte da viagem foi realizada a pé, e que levaram três meses para chegarem a cidade de Jaíba. 


Alega que aqui, estavam ficando (morando) nos fundos da Prefeitura e que se alimentavam de alimentos que ganhavam pedindo pela cidade. A família foi informada que a senhora M. C. F. S., estava na Delegacia. A irmã da desaparecida disse que já havia procurado por vários lugares tais como Delegacias, hospitais, IML e não havia encontrado que a desaparecida, é dependente química e alcoólatra. Que a família estava desesperada, já que havia deixado os dois filhos menores na cidade de Contagem/MG. 


Iniciou então uma força tarefa para retornar com a desaparecida para sua terra natal, já que era de seu interesse. Como a senhora  M. C. F. S., foi conduzida para o presidio de Itacarambi, pelo furto de um pacote de café e deveria retornar para a cidade de Jaíba. 


Após a expedição do alvará de soltura pelo Juiz da Comarca de Jaíba, a Policia Penal trouxe a desaparecida até a cidade de Jaíba. O  Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Créas), em um trabalho brilhante, providenciou vestimentas, alimentação bem como condições para o encaminhamento da desaparecida a sua cidade natal, onde foi recebida pelos familiares na data de ontem 22/04/2021, que fizeram uma  comovente recepção, agradecendo a todos envolvidos pela colaboração e empenho no trabalho desenvolvido.


Fonte: Polícia Civil 


Jornalista Sueli Teixeira

 Blog Boneka Jaíba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Designed with by Way2themes | Distributed by Blogspot Themes